Feliz na Turquia, Leandrinho vê com bons olhos retorno ao Brasil

Lance

Lance
Lance

O atacante Leandrinho está perto de completar sua quinta temporada na Turquia. O jogador, que chegou ao país em 2015 e atualmente defende o Altay SK, da Segunda Divisão local, vai comemorar a marca de uma maneira diferente: sem entrar em campo por conta da pandemia de coronavírus que paralisou o futebol mundial.

O brasileiro fez um balanço desse período no futebol turco e como tem feito para manter a forma durante a quarentena.

– São cinco anos muito bons aqui na Turquia. Seja no aspecto profissional e pessoal. Cresci muito como jogador, principalmente pela regularidade que tive nos clubes. Infelizmente teve essa parada necessária por conta do coronavírus. Estou em casa e procuro me exercitar seguindo a orientação do meu personal. E aguardando para que esse momento passe rapidamente.

Leandrinho, que já marcou três gols e deu três assistências até a paralisação do campeonato, tem uma bagagem vasta no exterior. Além da Turquia, o atleta já passou pelo futebol mexicano, português, costarriquenho, belga, entre outros. Uma experiência que mudou muito a vida do jogador, que deixou o Brasil ainda jovem.

– Cresci bastante. Aprendi muito por todos os centros onde passei. Seja na parte física ou técnica. Sai muito cedo do Brasil, ainda menino, e com muita coisa para superar pela frente. Hoje falo cinco idiomas, aproveitei ao máximo as oportunidades que tive ao longo desse período. Me sinto bem realizado.

Mesmo adaptado e feliz atuando na Turquia, Leandrinho não descarta um retorno ao Brasil, principalmente pelo fato de ter atuado muito pouco no país profissionalmente.

– Vivo um momento especial na carreira. Acredito que qualquer tipo de decisão será tomada com muita reflexão. Como estou bem adaptado e sou reconhecido por aqui, tenho um mercado bem amplo no país. Mas sinto falta de poder estar mais próximo da minha família no Brasil. Já tive em outras oportunidades chances de retornar ao país, mas ainda não era o momento. Então agora pode ser essa hora de desfrutar jogar competições importantes no futebol brasileiro.

O empresário de Leandrinho, Emmanuel Adewole, da empresa YM&U Group, afirma que alguns clubes brasileiros já fizeram sondagem pelo atacante.

– O mercado no Brasil está começando, aos poucos, a voltar a sua normalidade. É natural receber sondagens e informações de clubes, principalmente por atacantes. Ainda não recebemos uma proposta concreta, mas seguimos conversando com alguns clubes – afirmou o empresário.

O contrato de Leandrinho com o Altay SK vai até o fim da atual temporada.

Náutico apresenta desempenho ruim dentro dos Aflitos

Lance

Lance
Lance

Entre 2013 e 2018, o Náutico deixou de lado o estádio dos Aflitos para mandar os jogos na Arena Pernambuco, que foi estádio da Copa do Mundo e trazia mais conforto aos torcedores para assistir ao Timbu.

Após alguns fracassos e uma união gigante entre torcida e diretoria, o time pernambucano voltou a sua antiga casa na temporada 2019 e ela foi fundamental para o acesso à Série B, principal objetivo do ano passado.

Embalado pelo último ano, o Timbu entrou em 2020 com o sonho de manter o bom momento e fazer da sua casa um verdadeiro caldeirão nos jogos do estadual, Copa do Brasil e Copa do Nordeste.

Apesar de toda a expectativa, a equipe de Gilmar Dal Pozzo decepcionou. O Timbu não conseguiu dar resultado dentro dos Aflitos e, em sua grande maioria de jogos, a torcida deixou o estádio triste com o elenco.

Para entender melhor o pífio desempenho é só olhar o retrospecto de duas vitórias, em 11 partidas como mandante. Entre as chateações está a eliminação na Copa do Brasil para o Botafogo, nos pênaltis.

Confira os números:
Vitórias: 2
Empates: 7
Derrotas: 2
Gols Pró: 14
Gols Contra: 12

Rony se diz honrado por representar até o Pará com camisa do Palmeiras

Lance

Lance
Lance

Principal contratação do Palmeiras para a temporada, Rony ressalta a importância de vestir a camisa do clube, inclusive, por quem representa. Além de citar os torcedores, o atacante lembrou que carrega consigo a imagem do Pará, estado onde nasceu – o jogador é de Magalhães Barata, cidade com pouco mais de 8 mil habitantes e a mais de 160 km da capital Belém.

– Representamos uma nação, uma família, bilhões de torcedores. Para nós e nossos familiares, representa bastante. É uma satisfação imensa vestir essa camisa e representar o meu estado, o Pará. É uma honra vestir esse manto, levando o Palmeiras a um alto nível. Espero estar cada vez mais ajudando a equipe e o Palmeiras a crescer – disse em entrevista aos canais da Libertadores.

O Verdão adquiriu 50% dos direitos econômicos do camisa 11, que estava no Athletico-PR, por 6 milhões de euros (cerca de R$ 28 milhões na época), assinando contrato até dezembro de 2024. Já atuou em cinco partidas, sendo quatro como titular, e se sentia plenamente adaptado até a paralisação por conta da pandemia do coronavírus, a partir do último dia 16.

– Minha adaptação, graças a Deus, está sendo maravilhosa. Nem preciso ter muita preocupação com isso. Estou muito feliz por estar vestindo essa camisa e ter uma adaptação muito boa – comemorou o jogador, que, como o restante do elenco, iniciou nesta quarta-feira férias coletivas até o dia 20, a princípio.

Recebendo elogios dentro de campo, Rony também chamou atenção por oportunidades que perdeu de balançar as redes. Mas o jogador recebe o apoio, inclusive, do técnico Vanderlei Luxemburgo, que insistiu na sua contratação e pede calma para que o seu primeiro gol com a camisa alviverde saia.

– Fico com vontade de fazer um gol para as coisas começarem a caminhar, mas estou com a cabeça boa, bem tranquilo em relação a isso. Sei que, no momento certo, a bola vai entrar. Ele (Luxemburgo) já conversou comigo, para ter calma, que a bola vai entrar. E sei que as coisas vão começar a caminhar bem e, quando a bola entrar, tudo vai mudar de uma vez por todas – apostou.

Flu quita 25% do salário de fevereiro e acerta pendências de janeiro

Lance

Lance
Lance

Apesar das dificuldades financeiras, que aumentaram por conta da paralisação do futebol, o Fluminense vem encontrando soluções para deixar os seus compromissos em dia. Nesta quarta-feira, o clube pagou 25% dos salários de fevereiro, que constam em CLT, para todos os funcionários. O mês tinha vencido no 5º dia útil de março. A informação foi divulgada pelo site Saudações Tricolores e confirmada pela reportagem do LANCE!.

A diretoria também quitou os 20% que restavam dos trabalhadores que recebem por PJ (pessoa jurídica), remuneração referente de janeiro. Portanto, o primeiro mês do ano está liquidado. Mesmo com todos os problemas, o presidente Mário Bittencourt vem cumprindo a principal promessa de quando foi candidato à presidência do Fluminense.

Com janeiro quitado, a atual diretoria já acertou 12 folhas salariais. O mandatário assumiu o Tricolor em junho, tendo o próprio mês da posse em atraso, além de abril, maio e 13º de 2018. O mês de março vence na próxima terça-feira, 5º dia útil de abril. O clube deve também alguns meses de direitos de imagem, remuneração que nem todos os jogadores recebem.

Zico responde se seria melhor treinado por Jorge Jesus e brinca com ‘roubadinha’ de Gabigol

Lance

Lance
Lance

Maior ídolo do Flamengo, Zico está em sua residência no Rio de Janeiro, cumprindo quarentena, enquanto as atividades no futebol japonês, onde trabalha como diretor do Kashima Antlers, estão paralisadas. E, nesta quarta-feira, o Galinho de Quintino respondeu se seria ainda melhor no caso de ter sido treinado por Jorge Jesus, em seus tempos de craque.

– É, eu acho que na vida a gente sempre deve aprender. Melhoraria, talvez, em algumas situações que eu nunca me preocupei. Mas eu tive muitos treinadores bons, seja no Flamengo, na Seleção Brasileira, na Udinese… Isso depende muito em que situação você pode melhorar. No início da minha carreira, tive a oportunidade de atuar em diversas posições. Se aparecesse uma brecha em qualquer lugar eu ia… No lado esquerdo, direito, de centroavante, até chegar à minha posição, onde conquistei a confiança do treinador e não larguei mais.

– Na vida, a gente tem que pensar sempre nisso, em aprender alguma coisa com alguém. Há pouco vi uma entrevista do Thiago Maia, que falou que outro jogador disse para ele que iria crescer como jogador se viesse para o Flamengo e trabalhar com Jorge Jesus. Todo mundo comenta sobre isso, que ele (Jesus) é um muito franco, sincero, direto, fala o que você não gosta de escutar mas precisa, e não o que você quer ouvir – completou, em entrevista ao canal “Coluna do Fla”, no YouTube.

Zico afirmou ainda que fez um lobby para Jesus renovar com o Flamengo, quando parou de gravar a entrevista como treinador para o seu canal no YouTube, há poucos dias. Outro tema foi a respeito de Gabigol.

De ídolo para ídolo, Zico rasgou elogios ao camisa 9 do Fla, brincando acerca de uma “roubadinha” que pode ter contribuído para o sucesso do goleador:

– Está ótimo. Eu, como torcedor do Flamengo, fico feliz também. Mas ele me deu uma roubadinha. Quando veio gravar comigo, veio aqui e pegou sorte. Ele é um garoto muito legal, merece tudo que está conseguindo. Não o conhecia pessoalmente, mas quando fui entrevistá-lo, achei uma grande humildade. Não desrespeita ninguém. Merece todo esse sucesso e esse carinho. Ser ídolo não é só fazer gol, é ter postura, conhecimento e responsabilidade. Ele escolheu certo em ficar no Flamengo. Tem um futuro imenso e tomara que bata mais recordes. O importante é que ele já marcou história no clube.

Zico também foi abordado sobre outros assuntos. Sublinha-se também a opinião do Galinho considerando a hipótese do Campeonato Brasileiro deste ano ser em formato de mata-mata como uma “medida sensata”, já que o mundo está revirado por conta da pandemia do novo coronavírus.

Rodrigo Santana comenta sobre possível redução salarial: ‘É hora de entender a realidade’

Lance

Lance
Lance

Contratado para assumir o Avaí, o técnico Rodrigo Santana observa de perto os desdobramentos do futebol brasileiro, que está parado devido ao COVID-19 e ainda não tem uma data precisa sobre o retorno.

Em conversa com a rádio CBN, o treinador foi consultado da possibilidade de reduzir o seu salário na casa dos 25% e é a favor da medida.

‘Eu acho que a gente também precisa entender as dificuldades de receita do clube com a paralisação e procurar se adequar ao atual momento e a crise que estamos vivendo e ser leal ao clube e ver que a diretoria do Avaí trabalha honestamente e está sendo muito transparente com a gente e eu acho que temos que nos unir e dar as mãos neste momento e procurar fazer o melhor para o Avaí, mesmo nesta grande crise que o país e o mundo vivem’, destacou o técnico.

Apesar do pouco tempo de trabalho com o grupo, o comandante acredita que o Leão demonstrou uma pequena evolução, que foi importante para plantar uma semente e colher os frutos no futuro.

‘A gente vai tentando evoluir dentro de um ciclo de treinamento, e vamos do micro ao macro. A gente vinha em um processo de evolução. Os jogadores sempre sentem um pouco a diferença, pois eles vinham em um ritmo e quando troca o treinador, que vem com outra forma de trabalho, eles sentem, mas a gente vinha em processo de evolução e quando tem esta parada, atrapalha um pouco ritmo’, analisou.

Confira os 15 maiores “garçons” do Paulistão-2020 após dez rodadas

O Paulistão foi paralisado por conta da pandemia de coronavírus, mas antes disso dez rodadas foram disputadas e deixaram registros interessantes dos jogadores do torneio. Veja na galeria a seguir quem foram aqueles que mais criaram chances para os companheiros finalizarem:

O Paulistão foi paralisado por conta da pandemia de coronavírus, mas antes disso dez rodadas foram disputadas e deixaram registros interessantes dos jogadores do torneio. Veja na galeria a seguir quem foram aqueles que mais criaram chances para os companheiros finalizarem:
Lance! Galerias
15) Marcos Serrato - Ituano - 15 assistências para finalização (10 jogos)

15) Marcos Serrato – Ituano – 15 assistências para finalização (10 jogos)
Lance! Galerias
14) Cléo Silva - Novorizontino - 15 assistências para finalização (10 jogos)

14) Cléo Silva – Novorizontino – 15 assistências para finalização (10 jogos)
Lance! Galerias
12) Dudu - Palmeiras -  15 assistências para finalização (8 jogos)

12) Dudu – Palmeiras – 15 assistências para finalização (8 jogos)
Lance! Galerias
11) Thomaz - Inter de Limeira - 16 assistências para finalização (10 jogos)

11) Thomaz – Inter de Limeira – 16 assistências para finalização (10 jogos)
Lance! Galerias
10) Claudinho - Red Bull Bragantino - 16 assistências para finalização (8 jogos)

10) Claudinho – Red Bull Bragantino – 16 assistências para finalização (8 jogos)
Lance! Galerias
9) Camilo - Mirassol - 16 assistências para finalização (8 jogos)

9) Camilo – Mirassol – 16 assistências para finalização (8 jogos)
Lance! Galerias
8) Bruno Rodrigues - Ponte Preta - 17 assistências para finalização (10 jogos)

8) Bruno Rodrigues – Ponte Preta – 17 assistências para finalização (10 jogos)
Lance! Galerias
7) João Paulo - Ponte Preta - 17 assistências para finalização (9 jogos)

7) João Paulo – Ponte Preta – 17 assistências para finalização (9 jogos)
Lance! Galerias
6) Reinaldo - São Paulo - 17 assistências para finalização (8 jogos)

6) Reinaldo – São Paulo – 17 assistências para finalização (8 jogos)
Lance! Galerias
5) Vitor Bueno - São Paulo - 18 assistências para finalização (9 jogos)

5) Vitor Bueno – São Paulo – 18 assistências para finalização (9 jogos)
Lance! Galerias
4) Correa - Ituano - 18 assistências para finalização (7 jogos)

4) Correa – Ituano – 18 assistências para finalização (7 jogos)
Lance! Galerias
3) Luan - Corinthians - 21 assistências para finalização (10 jogos)

3) Luan – Corinthians – 21 assistências para finalização (10 jogos)
Lance! Galerias
2) Fagner - Corinthians - 27 assistências para finalização (10 jogos)

2) Fagner – Corinthians – 27 assistências para finalização (10 jogos)
Lance! Galerias

Filho de Antônio Lopes é anunciado como novo auxiliar técnico do Vasco

Após anunciar a efetivação de Ramon Menezes como treinador, o Vasco acertou a chegada de mais um nome para a comissão técnica. Nesta quarta-feira, o clube comunicou a contratação de Junior Lopes para o cargo de auxiliar, função anteriormente exercida pelo ex-meia.

Junior Lopes é filho de Antônio Lopes, novo coordenador técnico do Vasco. E já trabalhou no Vasco, nas décadas de 1990 e 2000. Com 46 anos, acumula passagem por outros clubes, como Cruzeiro, Flamengo, Palmeiras, Goiás e Athletico Paranaense. Além disso, passou cinco anos na seleção brasileira.

“Trabalhei por quatro anos na base do Vasco e outro ano no profissional, sendo campeão carioca em 2003. Dei seguimento na minha carreira e agora estou voltando 17 anos depois. O que me deixou extremamente satisfeito foi que esse convite foi feito pelo Alexandre (Campello, Presidente) e o José Luís (Moreira, Vice de Futebol) com aprovação do Ramon. Recebi o convite no mesmo dia, mas tive que resolver algumas questões antes de oficializar. Hoje (01/04) tudo foi resolvido e posso dizer oficialmente que estou de volta. Muito bacana da forma que tudo foi feito”, disse, ao site oficial do Vasco.

Além da óbvia ligação com o pai, Júnior Lopes também possui relação com Ramon, que foi seu colega de turma no curso Licença Pró promovido pela CBF, além de ter trabalhado ao lado do agora treinador quando ele atuava profissionalmente, inclusive no Vasco, em 2002.

“É uma satisfação muito grande. O Ramon é um cara que me dou bem desde a época que era jogador. Ele foi meu atleta também no Vasco, em 2002, e no Athletico Paranaense, em 2007. Nós sempre tivemos uma relação muito próxima, pois desde a época de jogador ele buscava muito essa parte tática, sempre foi um cara muito inteligente. Eu acho muito importante um auxiliar estar junto com os jogadores, ouvir o que eles pensam, ter um elo, até para que eles se sintam parte de todo o processo”, disse.

1º de Abril: Ex-Corinthians, Dinei provoca Palmeiras sobre Mundial

Dinei e Tupãzinho tiraram sarro com o título mundial do Palmeiras

Dinei e Tupãzinho tiraram sarro com o título mundial do Palmeiras
Lance

Dinei, ex-atacante do Corinthians, utilizou suas redes sociais para provocar o Palmeiras neste 1º de Abril – considerado o Dia da Mentira. Tricampeão brasileiro pelo Timão (1990, 1998, 1999), o ex-jogador posou ao lado de Tupãzinho, herói do título de 1990, enquanto segurava a garrafa de aguardente com o rótulo “51”.

+++

++

+

+ ++Ver+essa+foto+no+Instagram

+

+

+

+ +

+ +

+

+

++O+”””+Palmeiras+””+tem+mundial+sim++1+de+abril+

+Uma+publicação+compartilhada+por++Dinei+(@dinei__corinthians__18)+em+1+de+Abr,+2020+às+7:42+PDT

“O Palmeiras tem Mundial sim. 1º de abril”, escreveu o ex-jogador, no Dia da Mentira, com figuras de risos e porcos, um dos mascotes do rival alviverde.

Em 2014, o ex-ministro Aldo Rabelo afirmou ter recebido confirmação da Fifa de que o Palmeiras é campeão mundial em decorrência do título da Taça Raio de 1951. No site da entidade, porém, não há menção ao Alviverde na seção referente aos campeões do mundo. Em 2016, a questão voltou à tona quando a organização parabenizou a equipe paulista pelo primeiro título global.

Entre os rivais, a conquista de 1951 do Palmeiras não é visto como título do Mundial e é tratado com deboche, como fez Dinei.

Neymar explica futevôlei após ser criticado por imprensa na Espanha