Gol vende passagens aéreas para 7 países da América do Sul por R$ 3,90 apenas hoje

Já pensou pagar menos de R$ 5 por uma passagem de avião? Isso será possível hoje mesmo! A companhia aérea GOL anunciou que venderá passagens internacionais no valor de R$ 3,90 durante o jogo do Brasil contra a Venezuela, nesta terça-feira (18), pela Copa América.

Segundo o site de notícias G1, a Gol fez uma ação em parceria com a Ambev, fabricante da Brahma, para vender passagens aéreas internacionais pelo preço de uma latinha de cerveja.

Os bilhetes serão de ida e volta, partindo do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, para qualquer um desses 7 países da América do Sul: Argentina, Uruguai, Equador, Chile, Paraguai, Bolívia e Peru.

Todas as viagens devem ser feitas entre 3 e 11 de novembro, exceto o trecho para Lima, no Peru, que só será válido entre os dias 20 e 28 de dezembro.

As passagens promocionais serão vendidas pelo valor de R$ 3,90 nesta terça-feira, das 21h30 às 23h30, exclusivamente pelo site da Gol.

Segundo a empresas, cerca de 100 bilhetes estarão disponíveis, mas o preço não inclui a taxa de embarque. Quem for mais rápido leva as passagens pela bagatela de R$ 3,90!

Homem faz arrastão em terminal e leva quase R$ 1 mil de cinco ônibus em Natal

Homem faz arrastão em terminal e leva quase R$ 1 mil de cinco ônibus em Natal
Homem faz arrastão em terminal e leva quase R$ 1 mil de cinco ônibus em Natal – Foto Redes Sociais

Crime aconteceu na noite deste sábado (15), no terminal do loteamento Jardim Progresso, na Zona Norte.

Um homem armado fez um arrastão no terminal de ônibus do loteamento Jardim Progresso, na Zona Norte de Natal, e levou quase R$ 1 mil do apurado do dia e do fundo de caixa de cinco ônibus que estavam estacionados. O crime aconteceu na noite deste sábado (15).

De acordo com a polícia, o criminoso chegou sozinho. Ele abordou três motoristas e um ASG que estavam no terminal e anunciou o assalto. O homem recolheu pertences das vítimas e depois foi pegar o dinheiro.

Em seguida, o bandido ordenou que os quatro fossem para a parte de trás do terreno e fugiu a pé. O caso foi registrado na Delegacia de Plantão da Zona Norte.

Projeto “Inspire” mobiliza mulheres para o exercício da cidadania

Com o objetivo de inspirar outras mulheres a desenvolverem suas habilidades, reconhecer seus direitos e terem consciência da participação indispensável à construção da democracia e da cidadania, foi lançado na manhã desta segunda-feira (10), o Projeto Inspire – Mulheres inspirando Mulheres – no auditório da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

O evento trouxe convidadas para contarem suas histórias a fim de inspirar outras mulheres e promover o empoderamento feminino. Foram elas: a médica e vereadora de Natal, Carla Dickson (PROS), a educadora física e coordenadora do Instituto Ponte da Vida, Leila Maia, e a advogada e ex-vice-presidente da OAB/RN, Marisa Almeida. A vereadora Nina Souza (PDT) também participou do evento.

Presente no evento, a deputada Cristiane Dantas (SDD) destacou a importância da participação feminina na política, como ferramenta de transformação. “A política precisa de mulheres que acreditem no poder de transformação e de mudança”, disse a parlamentar.

“Uma conversa como essa é muito importante para quem tem a certeza que a mulher empoderada busca aquilo que ela sonha e, na maioria das vezes, consegue aquilo que busca”, disse Larissa Rosado, chefe de gabinete da presidência da Assembleia Legislativa e incentivadora do Projeto Inspire.

A primeira palestrante da manhã foi da advogada e ex-vice-presidente da OAB/RN, Marisa Almeida, que contou sua história e destacou o apoio dos pais em seu processo de conquista pessoal. “Acho que a primeira coisa que precisamos saber é onde queremos chegar e o que nos motiva. Então eu digo a todos que é preciso sonhar e realizar nossos sonhos”, disse Marisa Almeida.

A coordenadora do Instituto Ponte da Vida, Leila Maia, palestrante do evento, destacou a importância da fé na busca pelas realizações pessoais. “Não tem como contar a minha história sem falar da minha experiência com Deus. Depois de um assalto onde fiquei com a arma na cabeça, comecei a me perguntar qual o meu papel? O que eu vim fazer aqui? E depois de encontrar essas respostas, eu mudei a minha vida. Todas nós nascemos para fazer a diferença na vida do próximo”, contou.

Convidada a contar sua trajetória de vida, a médica e vereadora de Natal, Carla Dickson (PROS) fez questão de destacar a importância da gratidão nessa busca pelas realizações pessoais. “Quando você pensar que não tem nada para agradecer; abra a janela e lembre: você enxerga, você ouve, você sente cheiro, você está viva. Agradeça sempre!”, aconselhou Carla Dickson.

A delegada Sheila Freitas, durante a sua fala, destacou a importância da mulher ser empoderada e conhecer a sua força. “Lugar de mulher é onde ela quiser. Eu amo o lugar onde estou. E amo ser delgada de polícia”, disse a delegada.

O evento foi organizado pela Revista “Elas por Ela”, publicação potiguar voltada para o público feminino com foco na valorização da mulher, com coordenação da fotógrafa e diretora executiva da revista, Kalina Veloso. Durante o evento, as mulheres presentes participaram do sorteio de brindes.

Ministro da Saúde garante envio de vacinas contra sarampo a estados: ‘pronto para abastecer todas as unidades do Brasil’

São Paulo já solicitou reforço e receberá três milhões de doses do governo federal. Titular da pasta descartou possibilidade de campanha nacional.

Em visita a Porto Alegre nesta sexta-feira (7), o ministro da Saúde,Luiz Henrique Mandetta , garantiu a distribuição de doses de vacina contra o sarampo para os estados que fizerem a solicitação à pasta. A possibilidade de uma campanha nacional, no entanto, foi descartada.

“A partir do momento em que [os estados] vão solicitando as vacinas, o Programa Nacional de Imunizações está pronto para abastecer todas as unidades do Brasil, mas como campanha, não”, esclarece o ministro.

Autoridades do Ministério da Saúde haviam sinalizado a chance de uma campanha contra a doença ser realizada ainda neste mês de junho em todo o país.

Mandetta também assegurou o envio de 3 milhões de doses de vacina contra o sarampo para São Paulo. A campanha estadual começa na próxima segunda-feira (10).

“São Paulo, a cidade, que solicitou doses para reforço, em função de que observou casos durante o carnaval, aqueles navios que pararam, que a gente teve que entrar para vacinar 6 mil, 7 mil casos de sarampo dentro daqueles navios. São Paulo registrou casos autóctones”, justifica o ministro.

O titular da pasta também fez um apelo para que os pais e as autoridades municipais e estaduais façam “o dever de casa e vacinem”.

Entenda o que é sarampo, quais os sintomas, como é o tratamento e quem deve se vacinar  — Foto: Infografia: Karina Almeida/G1

“Nova Iorque decretou emergência sanitária por conta de sarampo. É uma doença de transmissão muito rápida. Venezuela não está fazendo vacinação. Entramos pelo estado de Roraima, teve epidemia em Roraima. Depois, teve Manaus, quase 20 mil casos. Depois, foi para Belém, conseguimos segurar com vacinação”, exemplifica o ministro.

Um balanço extra-oficial elaborado a partir de dados de secretarias estaduais aponta que o Brasil teve 107 casos da doença confirmados em 2019.

Após evento na Santa Casa de Porto Alegre, o ministro também anunciou o aporte de R$ 2,8 milhões para a compra de um angiógrafo, aparelho de neuroradiologia, para a casa de saúde.

Estranho silêncio de Neymar: defesa ainda não falou em processar Najila

Neymar foi acusado de estupro, teve patrocínios suspensos, ficou com a imagem mundialmente arranhada, prestou depoimento na delegacia e… Até agora não cogitou processar judicialmente Najila Trindade? O silêncio do jogador ainda é muito estranho mesmo em meio ao caos em que se vê envolvido.

A única defesa pública de Neymar até agora é aquele primeiro vídeo gravado há exatamente uma semana e removido das redes sociais por exibir conteúdo pornográfico. Ali, antes da conversas com a modelo, ele diz que sim é acusado de estupro, “uma palavra pesada, uma coisa muito forte” e quem lhe conhece ‘sabe do seu caráter e índole’. Pouco para tamanho prejuízo.

O camisa 10 da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain, cercado por sua assessoria, advogados, staff, parças e o próprio pai, ainda não decidiu (nem se sabe se vai mesmo tomar esse caminho) partir verdadeiramente para o confronto judicial com a modelo que já causou tanto estrago na carreira do jogador. A NR Sports, dona da imagem do jogador, pensa em primeiro “abreviar a conclusão dos procedimentos policiais e comprovar” a inocência do atleta.

“Todas as evidências divulgadas convergem para a inarredável conclusão de que o atleta Neymar Jr. foi vítima de ‘Denunciação Caluniosa’, crime que está sendo apurado pelas Autoridades Policiais”, diz um trecho da nota da NR Sports.

Diante da convicção da parte de quem o defende o jogador, haveria então um motivo para iniciar um processo contra modelo. Por outro lado, a sempre desastrosa ‘justiça com as próprias mãos’, no que diz respeito à divulgação da conversa entre Neymar e Najila já se mostrou uma estratégia errada.

Mais do que isso, por esse motivo o jogador foi levado na última quinta-feira para a Polícia Civil do Rio. Lá, responsabilizou um assessor e um técnico em informática pelo vazamento do nome e de fotos íntimas da moça. Em São Paulo, na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, Najila prestou depoimento de mais de seis horas e saiu de lá para ser levada a um hospital. Também na capital paulista, o jogador deve ser ouvido até a próxima quarta-feira.

“Quero agradecer as mensagens que recebi dos fãs, dos meus amigos e de todos. Me senti muito amado. Só quero agradecer o carinho de todos”, disse Neymar, rapidamente, na saída da delegacia. Neste sábado, nas redes sociais, postou uma imagem de sua tatuagem com a inscrição”tudo passa”.

Como se não bastasse todo o caos em sua imagem, Neymar ainda teve uma ruptura dos ligamentos do tornozelo direito e foi cortado da seleção brasileira que disputa a Copa América, a partir desta sexta-feira (14). O PSG informou que o tempo de recuperação da lesão é de um mês. Já o tempo de recuperação da imagem do jogador… Esse ainda deve demorar.

‘Tento gritar, mas ninguém escuta’

Modelo que acusa jogador Neymar de estupro deu entrevista exclusiva para Record TV. Programa também esteve no hotel em que os dois se encontraram

Em entrevista exclusiva ao Domingo Espetacular, da Record TV, Najila Trindade lamentou o desdobramento do suposto estupro cometido por Neymar. A modelo, que acusa o jogador, disse que sua família está sendo ameaçada e mais: ‘Tenta gritar, mas ninguém escuta’.

Najila recebeu o programa na manhã deste domingo. Diferentemente da modelo que deu entrevistas nos últimos dias, Najila se mostrou abatida, cansada e, por inúmeras vezes, pediu para interromper momentaneamente a entrevista para chorar.

“Está tudo distorcido. Tudo errado, minha vida virou do avesso. Eu tento gritar, mas ninguém me escuta”, disse Najila. “Passei por muitas coisas. Não estou nem me sentindo acusada, mas estou me sentindo invadida. As pessoas estão inventando coisas. Não consigo nem expressar.”

“Teria deixado ele [meu Instagram] desativado desde janeiro e estaria vivendo minha vida em paz. Tudo isso não estaria acontecendo na minha vida”, disse Najila, em outro trecho da entrevista.

A assessoria de imprensa de Neymar disse à reportagem que ‘não vai se pronunciar sobre a entrevista porque a investigação está sob sigilo’.

Confira os principais trechos da entrevista exclusiva:

Sonho em Paris
— Eu não quero falar sobre isso. Acho que, nesse momento, eu quero me retirar. Estou muito abalada psicologicamente por tudo que aconteceu, por toda essa exposição, com a minha família, os meus amigos. Não acho que é a hora de falar nesse assunto. Tem que respeitar meu momento, não estou bem, tomei muitos remédios nos últimos dias… Andei muito dopada. Dei depoimentos sob pressão, dopada, sem me alimentar, então, acho que nesse momento preciso de um pouquinho de tranquilidade e deixar que a justiça faça a parte dela e que parem essas especulações.

Depoimentos na polícia

— [Me refiro] às entrevistas que nem me recordo. Eu estava muito abalada, estava dopada, então assim… Acho que nesse momento não é bom para mim ficar falando, me expondo. Eu preciso me recuperar por que não estou bem. Estou com síndrome do pânico, não durmo, não como.

Saúde e Remédios

— Fiquei essa última semana sem me alimentar. Perdi dez quilos. Para fazer o depoimento, foi o primeiro dia que fiquei sem tomar o medicamento e, desde então, estou sem dormir, sem me medicar. Só estava conseguindo dormir me medicando. Não sei o que é pior. Ficar dormindo ou ficar acordada.

A repercussão
— [Estou tendo apoio] da minha família. Está muito difícil. Já não basta tudo que estou passando. As pessoas querem tirar proveito da minha dor, ficam me seguindo, seguindo a minha família… [Najila pede um minuto].

Venho sofrendo mais crimes. Venho sofrendo… Invadiram o meu apartamento, estão me caluniando, inventando coisas sobre mim… Não fico vendo muito até por que estive muito dopada nas últimas semanas. Mas o que vi foram pessoas que não sabem da minha história, não sabem da minha vida, estão falando. Estão falando sem me conhecer. E não conhecem.

A Najila não essa Najila que está rolando aí. Só estou aqui de pé até hoje porque sei quem eu sou. Sei da mulher que eu sou. Estou com síndrome do pânico, não consigo sair na rua, não consigo cuidar do meu filho, não consigo fazer mais nada do que eu gostava. Não consigo treinar, não consigo fazer mais nada. Eu não tenho condições de aguentar isso. Não tenho condições de estar dando entrevista, das pessoas ficarem me perseguindo. Não tenho. Estou sofrendo. Me deixem quieta na minha. Deixa que as coisas vão ser resolvidas. Só me deixem em paz. A minha família não tem nada a ver com isso. As pessoas estão seguindo como se isso fosse resolver alguma coisa e não vai. Estão expondo, invadindo. Invadindo de uma forma terrível.

Invasão no apartamento
— Todas as minhas coisas de valor até o computador do meu filho… Tudo. Assim… As pessoas estão passando dos limites comigo. Eu não sou de ferro. Eu não sou. O que mais querem de mim? Já estou com traumas suficientes já. Quero ficar em paz.

Vida normal
— Nesse momento não passa nada pela minha cabeça. Tomei muito remédio nos últimos dias, muitos mesmo. Preciso colocar minha cabeça no lugar, parar de me medicar, ficar bem. Preciso ainda ter que lidar com todas essas acusações, calúnias, xingamentos. Tudo isso de uma vez só. Nesse momento, preciso de reclusão. Preciso sair dessa turbulência que me colocaram. Eu não pedi nada disso.

Nunca pense nisso [tamanho da repercussão]. Ficar com síndrome do pânico? Com todo mundo me seguindo como se eu fosse uma criminosa?

Acreditei na lei. Achei que meu nome iria ficar em sigilo, que seria tudo resolvido pela lei. Eu confiei na lei. Apenas nisso. Jamais imaginei que fosse entrar na internet e estar exposta lá para todo mundo. Nunca imaginei. Até por que isso é um crime.

Confiança na lei
— Eu me dopei. Tomei remédio. Tomei muito remédio e vivi na base da medicação. Quando acordava, vinham uns flashes das pessoas falando coisas sobre mim, sobre a minha família. E cada vez queria me dopar mais porque está tudo destorcido, está tudo errado. A minha vida virou do avesso. Eu tento gritar, mas ninguém me escuta.

Eu passei a muitas coisas. Não estou nem me sentindo acusada, mas invadida. As pessoas estão invadindo a minha vida, a vida da minha família e não há necessidade disso. Estou me sentindo como… Não consigo nem expressas, não consigo nem achar palavra para isso.

O pesadelo
— Só sei que minha vida está um pesadelo. A minha vida está um pesadelo e só vem piorando. Desde que me encontrei com ele [Neymar], minha vida está um pesadelo. Eu cheguei no Brasil com quatro quilos a menos. Eu cada vez mais eu vou emagrecendo. E cada vez mais eu desanimo, cada vez mais tudo piora. Cada vez mais as coisas saem do controle e as pessoas não têm noção da dor da minha família, do meu filho.

Não consigo ter minha vida, trabalhar, estudar, as coisas que eu gostava de fazer… Treinar, ir dançar, ver meus amigos. Ficar com o meu filho, ver meu filho… Minha família. Ir almoçar com a minha mãe. Não consigo fazer mais nada.

Redes sociais
— Eu faria diferente? Nunca teria reativado o meu Instagram. Estava desativado. Não teria ativado. Teria deixado ele desativado desde janeiro e estaria vivendo a minha vida em paz hoje. Tudo isso não estaria acontecendo na minha vida.

Não quero falar sobre isso [arrependimento de conhecer Neymar]. Está piorando mais. Faz tempo que estou carregando. Tomo uma atitude por ser forte e tudo vai piorando, tudo vai piorando, tudo vai piorando cada vez mais. Eu não aguento mais. Eu sou um ser-humano. Estou sofrendo e quero que as pessoas parem de perseguir a minha família, parem de me perseguir. Para. Isso não vai resolver. Agora eu vou fazer um tratamento e colocar a cabeça no lugar. Não vai ser fácil. Vai demorar? Vai, mas assédio em cima de mim não vai resolver. Eu não tenho psicológico para ficar falando nesse assunto, para sair na rua e as pessoas ficarem me perseguindo.

O vídeo
— Não quero falar. Em outro momento eu falo. Mas aquilo realmente…

Foi eu que divulguei o vídeo? Que vídeo? Eu não vi qual vídeo foi para o ar. Não quero falar sobre isso.

O Domingo Espetacular também esteve no hotel onde Neymar e Najija se encontraram. Em um dos endereços mais famosos da capital francesa — próximo à famosa avenida Champs-Élysées, pertinho do Arco do Triunfo, ao lado de um dos restaurantes que Neymar mais gosta de frequentar —, o programa reproduziu o que seriam os passos do jogador, da entrada até a suíte 203.

Ludmilla posta foto com a namorada

Cantora assumiu relacionamento com Brunna Gonçalves, integrante do seu balé, e recebeu comentários de famosos como Luisa Sonza, Kelly Key e Jão

Ludmilla assumiu namoro com Brunna Gonçalves, integrante do seu balé. Nas redes sociais, a cantora, que está participando do show dos famosos, postou uma foto com a bailarina e fez uma declaração fofa na legenda.

‘É que você me faz bem’

Esse é o primeiro registro da Ludmilla com Brunna após o Brasil tomar conhecimento do novo namoro da funkeira. A postagem recebeu uma enxurrada de curtidas em pouquíssimos segundos e também comentários de famosos como Luisa Sonza, Kelly Key e Jão.

 

Psoríase, a doença crônica que afasta pacientes da “vida normal” no Brasil

Ainda sem cura e na corrida por aprovação de medicamentos adequados, a psoríase é uma doença crônica e inflamatória de pele que já atinge mais de cinco milhões de brasileiros em uma curva crescente ano a ano, mas o que vem preocupando pesquisadores e médicos são os impactos causados por ela, como outras complicações metabólicas e até mesmo o preconceito.

Pacientes reclamam do isolamento que sofrem devido à aparência da enfermidade, que causa coceiras, descamação e lesões na pele. No entanto, a preocupação da comunidade médica tem sido maior em relação à artrite e à sídrome metabólica, consequentes da falta de tratamento da psoríase.

“Se o paciente for tratado – e hoje temos vários tratamentos efetivos – ele não terá lesão de pele. Ter o controle da psoríase significa que os pacientes podem ter uma vida normal, sem serem isolados ou estigmatizados e irão esquecer que têm a doença”, afirmou à Efe a médica Cacilda da Silva Souza, responsável pelo Ambulatório de Psoríase do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

A médica conta que muitas pessoas com a doença faltam ao trabalho, ou não conseguem um posto no mercado por causa das lesões na pele e passam por um “isolamento social destrutivo”, o que pode ser somado às complicações da psoríase.

Estudo brasileiro

Souza coordenou um estudo brasileiro publicado no Journal of Dermatology, em novembro de 2018, que mostra que 50 % dos pacientes com psoríase apresentam também síndrome metabólica e 41,8 % têm sinais e sintomas de artrite psoriásica.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Endocrinologia, a síndrome metabólica se caracteriza pela presença de ao menos três complicações como obesidade, hipertensão arterial, glicemia, triglicerídeos e colesterol alterados, que são os principais fatores de risco para doenças cardiovasculares.

A pesquisa Beyond, patrocinada pela biofarmacêutica AbbVie,também identificou que os pacientes deixam de realizar tarefas diárias, o que impactou na qualidade de vida, como apontaram 66,4 % dos pacientes observados.

Foram acompanhados 293 pacientes das regiões Norte, Sudeste e Sul do Brasil, com diagnóstico de psoríase moderada a grave, sendo 51,9 % homens com idade média de 52 anos, dos quais 31,4 % estavam empregados à época, 35,8 % consumiam pelo menos uma dose de álcool por semana e 33,4 % eram sedentários.

Os pacientes foram observados entre abril de 2014 e maio de 2015 por dermatologistas e reumatologistas em três visitas, com intervalo médio de 30 dias entre cada uma.

De acordo com a médica, estes sinais são estimulantes para pesquisadores, médicos e indústria a fim de acelerar a busca por novas medicações e tratamentos para amenizar os impactos da psoríase.

“Devemos atentar para o diagnóstico precoce e o tratamento adequado da artrite psoriásica, como também às morbidades que compreendem a síndrome metabólica. O estudo enfatiza a importância do cuidado global ao paciente com psoríase e a relevância da cooperação entre dermatologistas e demais especialistas para as medidas de prevenção e tratamentos efetivos”, acrescentou.

Neymar é acusado de estupro por mulher

O famoso jogador de futebol Neymar Júnior acabou de ser acusado de estrupo. A mulher, não identificada, registrou um boletim de ocorrência nessa sexta-feira, 31, na 6ª delegacia de defesa da mulher, na cidade de  Santo Amaro, na capital de São Paulo.

De acordo com a ocorrência, o crime aconteceu no dia 15 de maio, em Paris. Segundo detalhes fornecidos pelo UOL, a acusação relata que Neymar conheceu a mulher por suas redes sociais, mais especificamente, por seu instagram, e após algumas conversas intermediado por um amigo do jogador, conhecido como Gallo, a vítima receberia a hospedagem e as passagens para conhecer o famoso jogador de futebol. Segundo informações, a moça ficou hospedada em Paris a partir do dia 15 de maio, no Sofitel Paris Arc Du Triomphe, quando o jogador chegou alterado no local, já por volta as 20h.

Segundo o relato do ocorrido, a mulher teria trocado carícias com o jogador de futebol, que passou a ficar agressivo, momento que se iniciou o abuso e a relação sexual sem consentimento com a vítima, que voltou ao Brasil dia 17 de maio e justificou estar com medo de registrar a ocorrência, alegando estar abalada emocionalmente.

O estafe de Neymar foi procurado para esclarecimento, mas alegou que ainda não tem conhecimento do caso e irá se pronunciar quando receber e analisar o documento escrito.

A polêmica envolvendo Neymar gerou revolta na mídia e dividiu opiniões nas redes sociais. “Foi estuprada num dia e só foi embora dois dias depois? Que estranho”, comentou uma internauta. “Ela não é louca ou psicopata suficiente para inventar uma história absurda dessa de um cara como ele, querendo ou não ele tem muito dinheiro porém com o mesmo dinheiro ele se acha que pode ter a mulher que quiser na cama dele”, opinou outra. “Como sempre as pessoas duvidam da mulher e batem palma pra esses lixos”, comentou uma terceira. “Não gosto dele, mas não acredito não”, opinou outro.

Gabriel Diniz é o terceiro vocalista da Cavaleiros do Forró a morrer em acidentes

Além do cantor e de José Inácio Alexandre da Silva e de Eliza Clívia, guitarrista Edivan Paulo da Silva também foi vítima de acidente.

Gabriel Diniz, cantor que morreu nesta segunda-feira (27), é a terceira pessoa que já foi vocalista da banda Cavaleiros do Forró, do Rio Grande do Norte, a morrer em acidentes. José Inácio Alexandre da Silva, em 2005, e Eliza Clívia, em 2017, foram vítimas de acidentes automobilísticos.

O grupo também perdeu o guitarrista Edivan Paulo da Silva, em 2005.

Diniz morreu em queda de avião de pequeno porte em Sergipe, junto de Linaldo Xavier e Abraão Farias, pilotos e diretores do Aeroclube de Alagoas.

Terceiro vocalista

Em 2005, uma colisão entre dois ônibus no Rio Grande do Norte provocou a morte de quatro pessoas. Entre as vítimas fatais estavam o vocalista do Cavaleiros do Forró, José Inácio Alexandre da Silva, e o guitarrista, Edivan Paulo da Silva.

Em 2017,Clivia morreu em um acidente de transito em Aracaju, no Sergipe. Ela foi vocalista do grupo entre 2003 e 2013, e chegou a trabalhar com Diniz, que cantou com a banda entre 2010 e 2011.

A Cavaleiros do Forró lamentou a morte de Diniz em redes sociais. “A vida é realmente um sopro. Nossos sentimentos à família do cantor Gabriel Diniz e toda equipe que com ele trabalhava.”