Varejo do Brasil tem melhor agosto em 4 anos mas resultado não indica aceleração, diz IBGE

Por Rodrigo Viga Gaier e Camila Moreira

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO (Reuters) – As vendas varejistas subiram em agosto bem acima do esperado e registraram o melhor resultado para o mês em quatro anos, porém em um desempenho que ainda não indica aceleração do setor devido ao ambiente de atividade econômica lenta e desemprego elevado no país.

Em agosto, as vendas no varejo subiram 1,3 por cento na comparação com o mês anterior e interromperam sequência de três meses de perdas, de acordo com os dados informados nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado ficou bem acima da expectativa em pesquisa da Reuters com especialistas de alta de 0,3 por cento e representou a melhor leitura para o mês de agosto desde 2014 (1,7 por cento), além de ser a melhor taxa do ano.

Na comparação com agosto de 2017, houve aumento de 4,1 por cento, contra expectativa de avanço de 1,5 por cento, no resultado mais forte para agosto desde 2013 (6,2 por cento).

Apesar do resultado elevado, a atividade econômica no Brasil continua encontrando dificuldades em imprimir um ritmo mais forte, em um ambiente de incertezas com as eleições presidenciais que vem mantendo o desemprego alto e contendo o ímpeto de compras.

“O resultado não é reversão de tendência ou virada. O que houve em agosto foi uma recuperação de perdas para o comércio depois de desempenhos afetados pela greve dos caminheiros”, explicou a gerente da pesquisa, Isabella Nunes.

“Foi um resultado importante, mas não quer dizer que o comércio vai deslanchar”, completou.

O mês teve um perfil disseminado de alta entre as atividades pesquisadas, com sete das oito categorias apresentando avanços. Os destaques ficaram para Tecidos, vestuário e calçados (5,6 por cento), Combustíveis e lubrificantes (3,0 por cento), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (2,5 por cento) e Móveis e eletrodomésticos (2,0 por cento).

“Vestuários e calçados e artigos domésticos são atividades ligadas ao dia dos pais, e também houve baixa temperatura em agosto, em que normalmente o comércio faz promoções. Isso estimulou as vendas”, completou Isabella.

A única atividade a apresentar contração nas vendas foi Livros, jornais, revistas e papelaria, com queda de 2,5 por cento.

As vendas no varejo ampliado, que inclui veículos e material de construção, tiveram expansão de 4,2 por cento sobre julho, com alta de 5,4 por cento em Veículos, motos, partes e peças e de 4,6 por cento em Material de construção.

None

(Edição de Marcela Ayres)

Preços ao consumidor dos EUA desaceleram em setembro por aluguéis e energia

WASHINGTON (Reuters) – Os preços ao consumidor nos Estados Unidos subiram menos que o esperado em setembro, contidos pelo aumento mais fraco no custo dos aluguéis e pela queda dos preços de energia, já que as pressões inflacionárias parecem esfriar um pouco.

O Índice de Preços ao Consumidor aumentou 0,1 por cento no mês passado, após subir 0,2 por cento em agosto. Nos 12 meses até setembro, a inflação aumentou 2,3 por cento, desacelerando em relação ao avanço de 2,7 por cento de agosto.

Excluindo os componentes voláteis de alimentos e energia, os preços ao consumidor subiram 0,1 por cento pelo segundo mês consecutivo. O chamado núcleo da inflação aumentou 0,2 por cento em maio, junho e julho.

None

(Por Jason Lange)

Conab vê queda na exportação de soja do Brasil na nova safra e recorde para milho

SÃO PAULO (Reuters) – A exportação de soja do Brasil na nova safra (2018/19) foi estimada em 75 milhões de toneladas, recuo de 1 milhão de toneladas na comparação com o volume recorde da temporada anterior, estimou nesta quinta-feira a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A projeção veio publicada no relatório sobre a primeira previsão da Conab para a safra 2018/19, que deve alcançar entre 117,04 milhões e 119,42 milhões de toneladas, ante um recorde de 119,28 milhões de toneladas na temporada 2017/18, segundo os números estatal.

Em 2017/18, além da grande safra, o Brasil (maior exportador global da oleaginosa) foi amplamente beneficiado por uma maior demanda da China em meio à disputa comercial dos chineses com os norte-americanos.

Já as exportações de milho foram estimadas em recorde de 31 milhões de toneladas em 2018/19, ante 25,5 milhões de toneladas em 2017/18, com expectativa de um aumento da safra do cereal no novo ano, para um intervalo entre 89,73 milhões e 91,08 milhões de toneladas, ante 80,78 milhões em 2017/18.

Neste ano, os embarques de milho foram prejudicados pela nova tabela de frete, que elevou os custos para o setor.

None

(Por José Roberto Gomes e Roberto Samora)

Kroton capta 2,6% mais alunos novos para 2º semestre, mas base de alunos cai 2,8%

SÃO PAULO (Reuters) – A captação total de alunos pela Kroton Educacional para o segundo semestre cresceu 2,6 por cento na comparação anual, com admissão de 183.312 novos estudantes, sendo 68.221 do segmento presencial e 115.091 em ensino à distância (EAD), disse a companhia por meio de comunicado nesta quinta-feira.

Apesar disso, a base total de alunos encolheu 2,8 por cento ao fim de setembro ante igual período de 2017, para 871.243, refletindo queda de 4,2 por cento nas rematrículas e o aumento das formaturas de estudantes captados em 2013 e 2014.

None

(Por Gabriela Mello)

Atlético de Madrid acompanha de perto situação de Cavani no PSG

Lance

Lance
Lance

Cavani não vive seu melhor momento no PSG, ofuscado por Neymar e Mbappé, o atacante uruguaio estaria insatisfeito no clube. Segundo o ‘As’, o Atlético de Madrid monitora de perto a situação do jogador e pode tentar novamente sua contratação. A relação dos Colchoneros com o clube parisiense, porém, não é a das melhores.

Desgaste entre os clubes
Com 31 anos, o contrato de Cavani com o PSG vai até 2020. O atacante uruguaio é desejo antigo de Diego Simeone e da diretoria do Atleti. O PSG já recusou ofertas anteriores dos espanhóis, enquanto o Atlético de Madrid se recusou a negociar Filipe Luís, interesse do clube francês, o que desgastou a relação.

Boa relação com uruguaios do Atleti
A idade de Cavani poderia ser um impeditivo para oferecer uma quantia muito elevada, porém, para a diretoria do Atleti, sua qualidade e competitividade compensa. Além disso, o Atleti conta com dois compatriotas de Cavani e companheiros de Celeste, Godín e Gimenez. A boa relação com os jogadores poderia ser um trunfo na contratação.

Cavani se sente isolado no PSG
Segundo o jornal francês ‘L’Équipe’, o uruguaio estaria se sentindo isolado no grupo do PSG. Os números comprovam também que o uruguaio não recebe muitos passes de Neymar e Mbappé, dentro de campo. Contra o Estrela Vermelha, por exemplo, pela segunda rodada da Liga dos Campeões, o brasileiro não tocou a bola nenhuma vez para Cavani, enquanto Mbappé tocou apenas duas. Em contrapartida, Mbappé tocou 19 bolas para Neymar e o craque brasileiro deu dez passes para o francês.

Carona de presidente no ônibus do Corinthians. Revolta o Palmeiras

O sorriso do presidente da Federação deixando o ônibus do Corinthians

O sorriso do presidente da Federação deixando o ônibus do Corinthians
Reprodução/Fox Sports

São Paulo, Brasil

Desde ontem à noite, até a manhã de hoje, o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte recebeu inúmeros telefonemas. E também chegou ao seu celular a mesma imagem.

O motivo de tanto alvoroço de conselheiros e companheiros de diretoria era a foto do presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, descendo sorridente do ônibus do Corinthians, no Mineirão.

Para os palmeirenses próximos de Galiotte, Reinaldo deixava escancarada sua ligação fraternal com o grande rival. Não mantendo a neutralidade que deveria pautar o presidente da FPF.

Ainda mais depois da batalha jurídica que envolveu Palmeiras e Corinthians na final do Campeonato Paulista, quando Galiotte teve certeza que houve influência externa na arbitragem juiz Marcelo Aparecido de Souza.

“Um exemplo de interferência externa, isso não é esporte, não ganhamos, porém, houve interferência externa. Uma vergonha, um campeonato manchado, estragado, jogado no lixo. Respeitamos o adversário, mas ninguém precisa passar por isso, nem Corinthians, nem Palmeiras, nem outro clube. Um campeonato manchado, que nos deixa com vergonha.

“Digo ao torcedor palmeirense: ‘Esqueçam esse Paulistinha’. Palmeiras é maior que um paulistinha, vai brigar por coisas grandes, temos todo nosso planejamento, nossos objetivos, não vamos ficar preocupados com uma situação vergonhosa”, declarou, após a final do Paulista.

O dirigente palmeirense foi suspenso 45 dias por suas declarações.

Galiotte desistiu da brigar na justiça por conta da eleição palmeirense. O clube não conseguiu apoio da FPF e também da CBF. A Fifa teria chances remotas de dar ganho ao clube paulista.

Vários intermediários da FPF buscavam acalmar Galiotte e fazer com que voltasse a frequentar a entidade. Se reaproximar de Reinaldo.

Só que este esforço foi sabotado.

A fotografia de Reinaldo saindo de uma carona no ônibus que levou o Corinthians à partida de ontem contra o Cruzeiro foi a gota d’água.

O Palmeiras segue como o único representante paulista na semifinal da Libertadores. E nenhum representante da Federação se dignou a se oferecer a acompanhar a delegação do clube de Galiotte.

O rompimento do presidente com a FPF vai continuar.

Conselheiros garantem que ele ficou ainda mais ofendido com a cena de ontem.

Não deverá participar do conselho arbitral.

E de maneira alguma o Campeonato Paulista de 2019 será prioridade.

A tendência é que Galiotte autorize Felipão a usar garotos e reservas.

Não há motivo para valorizar o torneio de Reinaldo.

Essa carona sairá cara ao presidente da Federação Paulista de Futebol.

Um uber do hotel do Corinthians ao Mineirão custa R$ 35,00…

Decidir a semi em casa não é garantia de sucesso na Libertadores

Lance

Lance
Lance

Palmeiras e Grêmio, os dois times brasileiros vivos na Copa Libertadores 2018, vão decidir seus jogos das semifinais em casa contra Boca Juniors e River Plate, respectivamente. Será que é uma vantagem muito grande na competição continental?

Os números das últimas 10 edições da Libertadores (de 2008 a 2017) mostram que decidir a vaga para a final diante da própria torcida não significa uma grande vantagem (veja o quadro abaixo). Dos últimos 20 semifinalistas da competição mais cobiçada as Américas, 60% (12) carimbaram o passaporte para a decisão fora dos seus domínios, enquanto 40% (8) avançaram fazendo o segundo jogo em casa.

Para garantir ao menos um brasileiro na final da Libertadores deste ano e evitar uma decisão argentina, não pode acontecer o que ocorreu nas edições de 2009, 2010, 2011 e 2014, quando todos os semifinalistas comemoraram suas vagas fora de casa. Em 2009, Estudiantes e Cruzeiro eliminaram Nacional (PAR) e Grêmio, respectivamente, abrindo o mata-mata com vitórias em seus estádios, e conseguindo segurar a pressão no confronto de volta.

Em 2010, houve novamente uma semifinal brasileira. O Inter venceu o São Paulo por 1 a 0, no Beira-Rio, no confronto de ida, e no de volta perdeu por 2 a 1, no Morumbi, se classificando por ter marcado um gol fora de casa.

Em 2011, Peñarol e Santos avançaram à final depois de derrotarem, respectivamente, Vélez Sarsfield (ARG) e Cerro Porteño (PAR), por 1 a 0, em seus domínios. Na casa do adversário, no confronto de de volta, o Vélez até venceu por 2 a 1, mas o Peñarol se classificou por ter feito um gol fora de casa. Santos e Cerro Porteño empataram em 3 a 3 na segunda partida, em Assunção, no Paraguai, resultado que classificou o time brasileiro.

Em 2014, Nacional (PAR) e San Lorenzo (ARG) fizeram valer o mando de campo no primeiro jogo e venceram o Defensor Sporting (URU) por 2 a 0 e o Bolívar (BOL) por 5 a 0, respectivamente. Os uruguaios bateram os paraguaios no jogo de volta, mas apenas por 1 a 0, perdendo a vaga no placar agregado (2 a 1). Já os argentinos, respaldados pela bela goleada na partida de ida, perderam por 1 a 0 na Bolívia e avançaram tranquilamente à final.

A situação que o futebol brasileiro espera nessa edição da Libertadores – o avanço à final dos dois semifinalistas que decidem em casa – só se repetiu duas vezes nos últimos 10 anos: em 2008 e em 2017. Na primeira, LDU (EQU) e Fluminense iniciaram as semifinais empatando com seus rivais no estádio dos rivais. Os equatorianos ficaram no 1 a 1 com o América (MEX) e o Tricolor das Laranjeiras encarou o Boca Juniors em La Bomboneira arrancando um 2 a 2. Nos confrontos de volta, LDU e América empataram em 0 a 0, resultado que fez o time de Quito avançar. Na outra semifinal, o Flu bateu o Boca por 3 a 1, no Maracanã, e foi à decisão.

Ano passado, Grêmio e Lanús (ARG) também se valeram do mando de campo no segundo jogo para chegar à final. O Tricolor Gaúcho goleou o Barcelona de Guayaquil (EQU) fora de casa na partida de ida, por 3 a 0 e, com a boa vantagem construída no jogo de ida, se deu ao luxo de perder por 1 a 0 no confronto de volta e trilhar o caminho do tricampeonato. Na outra semifinal, o River Plate (ARG) bateu o compatriota Lanús por 1 a 0, no Monumental de Nuñez, mas o rival se impôs em seu estádio, virando o mata-mata com a vitória por 4 a 2, na partida de volta.

Em quatro das últimas 10 edições da Libertadores, um semifinalista comemorou a vaga para a final em casa e o outro fora. Foi assim nas temporadas de 2012, 2013, 2014 e 2016. Nessas quatro ocasiões, houve a participação de dois brasileiros, que se valeram do fator mando de campo no segundo jogo para ir à decisão. E acabaram sendo campeões. Foram os casos de Corinthians, em 2012, que na semifinal eliminou o Santos e derrotou o Boca Juniores (ARG) na decisão; e do Atlético-MG, que bateu o Newell´s Old Boys (ARG) na semi e conquistou o título no Mineirão sobre o Olímpia (PAR).

Semifinais da Libertadores dos últimos 10 anos

2017
Barcelona de Guayaquil (EQU) 0 x 3 Grêmio
Grêmio 0 x 1 Barcelona de Guayaquil (EQU)
Placar agregado: Grêmio 3 x 1 Barcelona de Guayaquil (EQU)
Classificado: Grêmio (em casa)

River Plate (ARG) 1 x 0 Lanús (ARG)
Lanús (ARG) 4 x 2 River Plate (ARG)
Placar agregado: Lanús (ARG) 4 x 3 River Plate (ARG)
Classificado: Lanús (ARG) (em casa)

Final: Grêmio x Lanús (ARG)
Campeão: Grêmio (em casa)

2016

Independiente del Valle (EQU) 2 x 1 Boca Juniors (ARG)
Boca Juniors (ARG) 2 x 3 Independiente del Valle (EQU)
Placar agregado: Independiente del Valle (EQU) 5 x 3 Boca Juniors (ARG)
Classificado: Independiente del Valle (EQU) (fora de casa)

São Paulo 0 x 2 Atlético Nacional (COL)
Atlético Nacional (COL) 2 x 1 São Paulo
Placar agregado: Atlético Nacional (COL) 4 x 1 São Paulo
Classificado: Atlético Nacional (COL) (em casa)

Final: Independiente del Valle (EQU) x Atlético Nacional (COL)
Campeão: Atlético Nacional (COL) (em casa)

2015

Internacional 2 x 1 Tigres (MEX)
Tigres (MEX) 3 x 1 Internacional
Placar agregado: Tigres (MEX) 4 x 3 Internacional
Classificado: Tigres (MEX) (em casa)

River Plate (ARG) 2 x 0 Guarani (PAR)
Guarani (PAR) 1 x 1 River Plate (ARG)
Placar agregado: River Plate (ARG) 3 x 1 Guarani (PAR)
Classificado: River Plate (ARG) (fora de casa)

Final: River Plate (ARG) x Tigres (MEX) (em casa)
Campeão: River Plate (ARG) (em casa)

2014
Nacional (PAR) 2 x 0 Defensor Sporting (URU)
Defensor Sporting (URU) 1 x 0 Nacional (PAR)
Placar agregado: Nacional (PAR) 2 x 1 Defensor Sporting (URU)
Classificado: Nacional (PAR) (fora de casa)

San Lorenzo (ARG) 5 x 0 Bolívar (BOL)
Bolívar (BOL) 1 x 0 San Lorenzo (ARG)
Placar agregado: San Lorenzo (ARG) 5 x 1 Bolívar (BOL)
Classificado: San Lorenzo (ARG) (fora de casa)

Final: San Lorenzo (ARG) x Nacional (PAR)
Campeão: San Lorenzo (ARG) (em casa)

2013
Olimpia (PAR) 2 x 0 Santa Fé (COL)
Santa Fé (COL) 1 x 0 Olimpia (PAR)
Placar agregado: Olimpia (PAR) 2 x 1 Santa Fé (PAR)
Classificado: Olimpia (PAR) (fora de casa)

Newell´s Old Boys (ARG) 2 x 0 Atlético-MG
Atlético-MG 2 x 0 (3 x 2) Newell´s Old Boys (ARG)
Placar agregado: Atlético-MG 3 x 2 Newell´s Old Boys (ARG)
Classificado: Atlético-MG (em casa)

Final:Atlético-MG x Olimpia (PAR)
Campeão: Atlético-MG (em casa)

2012
Boca Juniors (ARG) 2 x 0 Universidad de Chile (CHI)
Universidad de Chile (CHI) x 0 x 0 Boca Juniors (ARG)
Placar agregado: Boca Juniors (ARG) 2 x 0 Universidad de Chile (CHI)
Classificado: Boca Juniors (ARG) (fora de casa)

Santos 0 x 1 Corinthians
Corinthians 1 x 1 Santos
Placar agregado: Corinthians 2 x 1 Santos
Classificado: Corinthians (em casa)

Final: Corinthians x Boca Juniors (ARG)
Campeão: Corinthians (em casa)

2011
Peñarol (URU) 1 x 0 Vélez Sarsfield (ARG)
Vélez Sarsfield (ARG) 2 x 1 Peñarol (URU)
Placar agregado: Peñarol (URU) 2 x 2 Vélez Sarsfield (ARG)
Classificado: Peñarol (URU) (fora de casa)

Santos 1 x 0 Cerro Porteño (PAR)
Cerro Porteño (PAR) 3 x 3 Santos
Placar agregado: Santos 4 x 3 Cerro Porteño (PAR)
Classificado: Santos (fora de casa)

Final: Peñarol (URU) x Santos
Campeão: Santos (em casa)

2010
Chivas Guadalajara (MEX) 1 x 1 Universidad de Chile (CHI)
Universidad de Chile (CHI) 0 x 2 Chivas Guadalajara (MEX)
Placar agregado: Chivas Guadalajara (MEX) 3 x 1 Universidad de Chile (CHI)
Classificado: Chivas Guadalajara (MEX) (fora de casa)

Internacional 1 x 0 São Paulo
São Paulo 2 x 1 Internacional
Placar agregado: São Paulo 2 x 2 Internacional
Classificado: Internacional (fora de casa)

Final: Chivas Guadalajara (MEX) x Internacional
Campeão: Internacional (em casa)

2009
Estudiantes (ARG) 1 x 0 Nacional (URU)
Nacional (URU) 1 x 2 Estudiantes (ARG)
Placar agregado: Estudiantes (ARG) 3 x 1 Nacional (URU)
Classificado: Estudiantes (ARG) (fora de casa)

Cruzeiro 3 x 1 Grêmio
Grêmio 2 x 2 Cruzeiro
Placar agregado: Cruzeiro 5 x 3 Grêmio
Classificado: Cruzeiro (fora de casa)

Final: Estudiantes (ARG) x Cruzeiro
Campeão: Estudiantes (fora de casa)

2008
América (MEX) 1 x 1 LDU (EQU)
LDU (EQU) 0 x 0 América (MEX)
Placar agregado: LDU (EQU) 1 x 1 América (MEX)
Classificado: LDU (EQU) (em casa)

Boca Juniors (ARG) 2 x 2 Fluminense
Fluminense 3 x 1 Boca Juniors (ARG)
Placar agregado: Fluminense 5 x 3 Boca Juniors (ARG)
Classificado: Fluminense (em casa)

Final: LDU (EQU) x Fluminense
Campeão: LDU (EQU) (fora de casa)

Mulher é eleita presidente de um clube pela primeira vez na Argentina

Lucía Barbuto é a nova presidente do Banfield, da Argentina

Lucía Barbuto é a nova presidente do Banfield, da Argentina
Reprodução Twitter

Lucía Barbuto, uma obstetra de 33 anos, foi apresentada nesta quarta-feira (10) como a nova presidente do Banfield, da Argentina. Em um ato realizado no estádio Florencio Sola, Lucía foi oficializada como a primeira mulher a presidir um clube da Argentina.

Leia também: Marta: saiba um pouco mais sobre a vida da melhor jogadora do mundo

“Vou deixar tudo por este clube, porque o Banfield é minha vida. Seguiremos crescendo nesses próximos três anos”, disse Lucía, antes de abraçar o atual presidente do Banfield, Eduardo Spinosa, e também destacar a equipe do clube, prometendo apresentar os projetos da nova gestão em reuniões com os sócios.

Spinosa se despediu do cargo de presidente do Banfield lembrando os erros e acertos de sua gestão, que durou seis anos. Ele também rememorou as dificuldades e a honra de defender o clube, desejando boa sorte a Lucía Barbuto.

Situação em que assume presidência
Atualmente na nona colocação do Campeonato Argentino, com três vitórias em oito jogos, o Banfield chegou ao título do torneio Apertura na temporada 2009/10 e disputou a Libertadores de 2010, sendo eliminado para o Internacional nas oitavas de final. O time caiu para a segunda divisão na temporada 2011/12, e retornou à elite com título conquistado em 2013/14.

Em 2018, o time disputou a qualificatória para Libertadores, mas acabou eliminado na terceira fase para o Nacional do Uruguai, e não chegou à fase de grupos.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Rodolfo Rodrigues

Marta é finalista do prêmio Bola de Ouro da revista France Football

 

Manchester United pode perder dez jogadores na próxima temporada

Lance

Lance
Lance

A vitória na última rodada da Premier League, por 3 a 2, de virada, sobre o Newcastle, ainda não foi o suficiente para acalmar a crise do Manchester United. A relação ruim dos jogadores com Mourinho, além da aproximação do término de contratos, fazem com que dez jogadores possam deixar o clube na próxima janela, segundo o ‘Daily Mail’.

De Gea, Mata e Ander Herrera
O goleiro já virou alvo do PSG e o United só prolongou o contrato de De Gea por mais um ano, o que faz com que o goleiro possa deixar o clube em transferência livre em doze meses. O empresário de De Gea, o português Jorge Mendes, se reuniu com a diretoria para discutir a renovação. O goleiro quer garantias de um projeto esportivo, tendo em vista que em sete temporadas de United, só levantou um troféu (Premier League de 2012/13).

Mata e Ander Herrera também são incógnitas. O volante tem vontade de renovar, mas a cifra oferecida pelo United não agradou Herrera e a existe a possibilidade do espanhol retornar ao Athletic Bilbao, em janeiro.

Pogba e os insatisfeitos
O jogador que mais preocupa a diretoria do United é Paul Pogba. O craque francês é o jogador que melhor representa o mal estar com o treinador português José Mourinho. Com contrato até 2021, o francês quer sair em janeiro. Barcelona pode ser o destino.

Luke Shaw, Antonio Valencia e Anthony Martial são outros jogadores que vão esperar a decisão da permanência ou não do treinador José Mourinho para decidir o futuro na equipe. Se Mourinho ficar, a tendência é que deixem o clube, caso contrário, permanecem.

Completam a lista
Eric Baily, Ashley Young e Phil Jones são outros jogadores que a publicação inglesa aponta como prováveis a deixar o clube inglês. Além dos dez citados, os contratos de Darmian, Smalling e Andreas Pereira expiram no fim da temporada.

Fica de olho, Brasil: confira os destaques da Arábia Saudita

O histórico internacional da Arábia Saudita não é dos melhores: sua participação mais expressiva em Copas do Mundo foi na edição de 1994, quando chegou às oitavas. Em âmbito c

O histórico internacional da Arábia Saudita não é dos melhores: sua participação mais expressiva em Copas do Mundo foi na edição de 1994, quando chegou às oitavas. Em âmbito c
Lance
Mohammed Al-Owais - Goleiro - Clube: Al-Ahli - Convocado para a última Copa do Mundo, o atleta de 27 anos falhou na partida contra o Uruguai, pela segunda rodada da fase de gr

Mohammed Al-Owais РGoleiro РClube: Al-Ahli РConvocado para a ̼ltima Copa do Mundo, o atleta de 27 anos falhou na partida contra o Uruguai, pela segunda rodada da fase de gr
Lance
Omar Hawsawi - Zagueiro - Clube: Al-Nassr - Se consolidou nos últimos tempos como um dos defensores mais regulares do país, mas teve uma atuação para esquecer diante da Rússia

Omar Hawsawi – Zagueiro – Clube: Al-Nassr – Se consolidou nos últimos tempos como um dos defensores mais regulares do país, mas teve uma atuação para esquecer diante da Rússia
Lance
Mohamed Al-Burayk - Lateral-direito - Clube: Al-Hilal - É um lateral muito ofensivo, sendo importante na proposta de Juan Antonio Pizzi de 'ganhar campo' dentro das partidas,

Mohamed Al-Burayk – Lateral-direito – Clube: Al-Hilal – É um lateral muito ofensivo, sendo importante na proposta de Juan Antonio Pizzi de ‘ganhar campo’ dentro das partidas,
Lance
Yasir Al-Shahrani - Lateral-esquerdo - Clube: Al-Hilal - Apesar de atuar primordialmente pelo lado esquerdo, também pode atuar tranquilamente pela direita. Foi titular de sua

Yasir Al-Shahrani РLateral-esquerdo РClube: Al-Hilal РApesar de atuar primordialmente pelo lado esquerdo, tamb̩m pode atuar tranquilamente pela direita. Foi titular de sua
Lance
Mohammed Kanno - Volante - Clube: Al-Hilal - Se transferiu para o Al-Hilal na última temporada e desde então virou uma peça chave ao time. É um volante que fica a frente dos z

Mohammed Kanno – Volante – Clube: Al-Hilal – Se transferiu para o Al-Hilal na última temporada e desde então virou uma peça chave ao time. É um volante que fica a frente dos z
Lance
Abdullah Otayf - Volante - Clube: Al-Hilal - Provavelmente o melhor jogador saudita na última Copa do Mundo, sendo o ponto de equilíbrio entre defesa e meio/ataque na equipe t

Abdullah Otayf – Volante – Clube: Al-Hilal – Provavelmente o melhor jogador saudita na última Copa do Mundo, sendo o ponto de equilíbrio entre defesa e meio/ataque na equipe t
Lance
Housain Al-Mogahwi - Volante - Clube: Al-Ahli - Aos 30 anos, vive a melhor forma de sua carreira. Homem de meio-campo que pode jogar tanto como meia central quanto mais avança

Housain Al-Mogahwi РVolante РClube: Al-Ahli РAos 30 anos, vive a melhor forma de sua carreira. Homem de meio-campo que pode jogar tanto como meia central quanto mais avan̤a
Lance
Salman Al-Faraj - Meia-central - Clube: Al-Hilal - Melhor jogador da Arábia Saudita. Canhoto, é conhecido pela sua qualidade técnica com a bola nos pés, sendo um ótimo passado

Salman Al-Faraj – Meia-central – Clube: Al-Hilal – Melhor jogador da Arábia Saudita. Canhoto, é conhecido pela sua qualidade técnica com a bola nos pés, sendo um ótimo passado
Lance
Yayha Al-Shehri - Atacante - Clube: Al-Nassr - Compensa a baixa estatura (1,64 m) com intensa movimentação dentro de campo. É inquieto, caindo sempre pelos lados de campo ou a

Yayha Al-Shehri – Atacante – Clube: Al-Nassr – Compensa a baixa estatura (1,64 m) com intensa movimentação dentro de campo. É inquieto, caindo sempre pelos lados de campo ou a
Lance
Salem Al-Dawsari - Atacante - Clube: Al-Hilal - É um jogador de lado de campo, podendo atuar tanto na esquerda quanto na direita. Marcado pela sua velocidade e capacidade de d

Salem Al-Dawsari – Atacante – Clube: Al-Hilal – É um jogador de lado de campo, podendo atuar tanto na esquerda quanto na direita. Marcado pela sua velocidade e capacidade de d
Lance