Denúncias de fraude em urnas eletrônicas serão registradas on-line

Denúncias de fraude serão apuradas com rapidez

Denúncias de fraude serão apuradas com rapidez
Alan Marques/Folhapress

Todas as denúncias feitas por cidadãos nas seções eleitorais sobre irregularidades no processo de votação serão registradas em tempo real e disponibilizadas on-line para acompanhamento da apuração do caso.

Certidão de quitação eleitoral já pode ser solicitada pela internet

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann e a presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministra Rosa Weber, assinaram nesta terça-feira (16) um termo de orientação conjunta com diretrizes a serem seguidas por mesários e presidentes das seções eleitorais diante de denúncias sobre fraude nas urnas.

TSE lança página na internet para combater fake news

Nesses casos, os mesários e presidentes de seção deverão fazer o registro das denúncias e enviá-las em tempo real ao sistema da Justiça Eleitoral, por meio de uma funcionalidade acrescentada ao aplicativo Pardal, que já se encontra disponível.

Datas, prazos e debates: tire suas dúvidas sobre 2º turno das eleições

“A grande vantagem aqui é que toda e qualquer denúncia estará registrada e colocada em rede aberta, e vocês vão poder conferir o se, o quando e o como, e qual o resultado daquela apuração. Essa é amaneira mais transparente que você pode dar a qualquer tipo de problema que seja verificado por qualquer eleitor ou eleitora”, disse Jungmann após assinar o termo, no TSE.

OEA diz que não encontrou suspeita de vulnerabilidade de urnas

Segundo o ministro, o objetivo é desencorajar que denúncias sejam feitas após o eleitor deixar a seção eleitoral. Desse modo, acredita o ministro, ficaria mais fácil separar situações verdadeiras de boatos que tenham como objetivo somente abalar a credibilidade da urna eletrônica. Ainda de acordo com Jungmann, reclamações posteriores necessitariam assim apresentar também uma justificativa para não terem sido feitas na hora da votação.

“Acredito que qualquer denúncia que venha a ser feita, deve ser devidamente investigada e apurada. Agora, não entendo por que se você tem a mesa ali, o mesário está ali, o presidente [da seção] está ali, ele tem um aplicativo, tem a determinação de fazê-lo [registrar a denúncia], por que fazer depois? No mínimo uma justificativa tem que ser dada a esse respeito”, defendeu o ministro.

Jungmann informou que espera receber até o fim de semana um relatório da Polícia Federal (PF) com o resultado das investigações sobre todas as irregularidades em urnas eletrônicas relatadas no primeiro turno das eleições. Ele disse que “quem usa fake news para tirar a credibilidade ou para deturpar ou causar comoção, aí de fato não tem jeito, tem que ser punido”.

Veja os CEOs do Vale do Silício antes da fama e do dinheiro

O Facebook, a Apple, e a Microsoft entre outras empresas surgiram a partir das ideias de jovens empreendedores. Veja como eram os fundadores de grandes empresas do Vale Silício durante a adolescentes e antes de ganharem tanto dinheiro

*Estagiária do R7, com supervisão de Pablo Marques

Steve Jobs- O fundador da Apple, uma das poucas empresas do mundo que valem mais de 1 trilhão de dólares, Jobs aparece na primeira foto com 22 anos, 6 anos depois de ter iniciado a empresa, e a última foto foi uma das últimas em 2010

Leia também: Crie link de grupo no WhatsApp e convide todos os amigos de uma vez

Bill Gates- O magnata mais famoso do mundo da tecnologia, considerado um dos homens mais ricos do mundo, fundou a Microsoft, empresa de software. A primeira foto com 22 anos, quando já havia fundado a empresa e atualmente com 62 anos 

Leia também: Chega de grupos do WhatsApp! Aprenda como sair e silenciar

Mark Zuckerberg- O dono das redes sociais mais famosas no mundo, o Facebook e o Instagram. O seu antes e depois tem aproximadamente 10 anos de diferença, a primeira foto com 23 anos e atual com 34 anos, o que realmente muda é o crescimento de usuários das redes sociais

Leia também: Envie históricos do WhatsApp para o e-mail e libere a memória do celular

Jeff Bezos- Fundou a Amazon no final de 1994, com 30 anos. A primeira foto é de quando era jovem com 21 anos, um pouco antes de criar a empresa que hoje vale 1 trilhão de dólares e a de agora com 54 anos

Leia também: Hackers invadem celulares por chamadas de vídeo pelo WhatsApp

Jack Dorsey – Um dos fundadores do Twitter e atual CEO da empresa teve a ideia de criar o microblog aos 30 anos, em 2006. Na adolescência, aos 15 anos, desenvolveu um software para troca de mensagens entre motoristas de taxis e as centrais

Leia também: Aprenda o passo a passo para usar a ‘tag de nome’ do Instagram

Sergy Brin- É um dos fundadores do maior site de busca, o Google. Na primeira foto, um adolescente de 17 anos e a mais recente com 45 anos

Leia também: Conheça 8 maneiras criativas de reaproveitar um celular antigo

Elon Musk – o excêntrico bilionário foi um jovem prodígio que aos 11 desenvolveu seu próprio jogo de videogame. Posteriormente, ganhou milhões de dólares com a criação do PayPal, que surgiu com o nome X.com. Hoje, o empresário e dono da Space X, da Tesla e da Boring Company 

Michael Dell- É um empresário norte-americano e fundador de uma das maiores empresas provedores de equipamentos tecnológicos, a Dell. Começou o negócio com apenas 19 anos de idade, e na imagem a primeira foto é quando ainda era um bebê, em 1965 e atualmente com 53 anos

Ídolos de Corinthians e Cruzeiro, Fagner e Dedé são paizões em casa

Fagner e Dedé entram em campo nesta quarta-feira (17), às 21h45, na Arena Corinthians para a finalíssima da Copa do Brasil. Os dois são ídolos, um do Corinthians e outro do Cruzeiro, e jogam há mais de quatro anos em seus clubes. Não é só em campo, que o zagueiro e o lateral têm coisas em comum. Fora dele, vivem colados com seus filhos e suas esposas. 
Conheça um pouco mais sobre eles

Fagner tem 29 anos, começou na categoria de base do Corinthians e foi para o PSV da Holanda. Voltou ao Timão em 2014, depois de passagem por Vasco e Wolfsburg, da Alemanha. No total, são 211 jogos e cinco gols com a camisa alvinegra

Dedé tem 30 anos e também está há um bom tempo no Cruzeiro, desde 2013. Antes de jogar em Minas, atuou no Vasco e no Volta Redonda. O zagueiro tem 138 partidas e dez gols com a camisa da Raposa

Fora de campo, Henrique e Luca são os amores de Fagner. Onde está o pai, estão os dois pequenos. Henrique já joga nas categorias de base do Corinthians e sonha em ser jogador de futebol

O pequeno Gabriel é figurinha presente nas redes sociais de Dedé. O zagueiro não esconde de ninguém que ser pai era o sonho da vida dele 

Henrique e Lucas sempre que podem entram com o pai no gramado do Itaquerão

Gabriel também vive no gramado do Mineirão e o zagueiro é sempre assim… só carinho

A força de Fagner vem principalmente da família… do apoio da mulher Bárbara e de Henrique e Luca

Mais uma semelhança entre os dois jogadores… Patrícia, a mulher de Dedé, também acompanha o marido em tudo

Fagner e Dedé passaram por momentos difíceis na carreira. O lateral do Corinthians chegou a ficar desempregado depois de tentar jogar na Europa e não dar certo. Ele pensou em parar com o futebol. Bárbara já estava com ele e o ajudou a seguir a carreira. Os dois estão juntos há mais de 10 anos

No caso de Dedé foram as contusões. O zagueiro sofreu uma lesão no fim de 2014 e só voltou aos gramados em 2016. Mas teve de ser operado novamente e só este ano voltou a jogar um bom futebol. Chegou a ser convocado por Tite. Neste tempo todo, Patrícia esteve ao lado do marido. Ele estão casados há quase quatro anos

Apenas quatro times reverteram o placar em 29 finais de Copa do Brasil

Carlinhos Bala, do Sport, que venceu o Corinthians na final de 2018

Carlinhos Bala, do Sport, que venceu o Corinthians na final de 2018
Moacyr Lopes J̼nior/Folhapress Р11.6.2018

Corinthians e Cruzeiro fazem nesta quarta-feira (17) a 30ª final da Copa do Brasil na Arena Corinthians, às 21h45, e o time da casa tem um desafio complicado pela frente, que é o de reverter o placar na decisão, já que o Cruzeiro venceu o primeiro jogo por 1 a 0.

Até aqui, em 29 finais realizadas, apenas quatro clubes conseguiram levantar a taça depois de perderem o jogo de ida. Em 1992, o Internacional perdeu para o Fluminense, no Rio de Janeiro, por 2 a 1, e depois conquistou o título de forma polêmica, com um gol de pênalti, no Beira-Rio, aos 43 minutos do segundo tempo.

Em 1998, o Palmeiras venceu o Cruzeiro, dando o troco no rival após a derrota em 1996. Depois de perder na ida por 1 a 0, no Mineirão, o Palmeiras fez 2 a 0, no Morumbi, em São Paulo, e ficou com o inédito título. O time comandado por Felipão conquistou a taça também de forma dramática, com um gol de Oséas aos 44 minutos do segundo tempo.

Já em 2008, o Corinthians levou a maior virada numa final de Copa do Brasil. Depois de abrir 3 a 0, no Morumbi, o time levou um gol do Sport no final do jogo, mas ainda assim foi para a segunda partida podendo perder por um gol de diferença. No Recife, no entando, levou dois gols ainda no primeiro tempo, perdeu por 2 a 0 e viu o título ficar com o time pernambucano.

Em 2016, o Palmeiras perdeu o jogo de ida para o Santos, na Vila Belmiro, por 1 a 0. Em São Paulo, no Allianz Parque, alviverde fez 2 a 0, com dois gols de Dudu (o segundo aos 39 minutos da etapa final), mas depois levou um gol de Ricardo Oliveira aos 43 minutos do segundo tempo. Nos pênaltis, porém, o Palmeiras venceu por 4 a 3 e ficou com a taça.

Todas as finais de Copa do Brasil:

1989
Ida: Sport 0 x 0 Grêmio
Volta: Grêmio 2 x 1 Sport
Campeão: Grêmio

1990
Ida: Flamengo 1 x 0 Goiás
Volta: Goiás 0 x 0 Flamengo
Campeão: Flamengo

1991
Ida: Grêmio 1 x 1 Criciúma
Volta: Criciúma 0 x 0 Grêmio
Campeão: Criciúma

1992
Ida: Fluminense 2 x 1 Internacional
Volta: Internacional 1 x 0 Fluminense
Campeão: Internacional

1993
Ida: Grêmio 0 x 0 Cruzeiro
Volta: Cruzeiro 2 x 1 Grêmio
Campeão: Cruzeiro

1994
Ida: Ceará 0 x 0 Grêmio
Volta: Grêmio 1 x 0 Ceará
Campeão: Grêmio

1995
Ida: Corinthians 2 x 1 Grêmio
Volta: Grêmio 0 x 1 Corinthians
Campeão: Corinthians

1996
Ida: Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras
Volta: Palmeiras 1 x 2 Cruzeiro
Campeão: Cruzeiro

1997
Ida: Grêmio 0 x 0 Flamengo
Volta: Flamengo 2 x 2 Grêmio
Campeão: Grêmio

1998
Ida: Cruzeiro 1 x 0 Palmeiras
Volta: Palmeiras 2 x 0 Cruzeiro
Campeão: Palmeiras

1999
Ida: Juventude 2 x 1 Botafogo
Volta: Botafogo 0 x 0 Juventude
Campeão: Juventude

2000
Ida: São Paulo 0 x 0 Cruzeiro
Volta: Cruzeiro 2 x 1 São Paulo
Campeão: Cruzeiro

2001
Ida: Grêmio 2 x 2 Corinthians
Volta: Corinthians 1 x 3 Grêmio
Campeão: Grêmio

2002
Ida: Corinthians 2 x 1 Brasiliense
Volta: Brasiliense 1 x 1 Corinthians
Campeão: Corinthians

2003
Ida: Flamengo 1 x 1 Cruzeiro
Volta: Cruzeiro 3 x 1 Flamengo
Campeão: Cruzeiro

2004
Ida: Santo André 2 x 2 Flamengo
Volta: Flamengo 0 x 2 Santo André
Campeão: Santo André

2005
Ida: Paulista 2 x 0 Fluminense
Volta: Fluminense 0 x 0 Paulista
Campeão: Paulista

2006
Ida: Flamengo 2 x 0 Vasco
Volta: Vasco 0 x 1 Flamengo
Campeão: Flamengo

2007
Ida: Fluminense 1 x 1 Figueirense
Volta: Figueirense 0 x 1 Fluminense
Campeão: Fluminense

2008
Ida: Corinthians 3 x 1 Sport
Volta: Sport 2 x 0 Corinthians
Campeão: Sport

2009
Ida: Corinthians 2 x 0 Internacional
Volta: Internacional 2 x 2 Corinthians
Campeão: Corinthians

2010
Ida: Santos 2 x 0 Vitória
Volta: Vitória 2 x 1 Santos
Campeão: Santos

2011
Ida: Vasco 1 x 0 Coritiba
Volta: Coritiba 3 x 2 Vasco
Campeão: Vasco

2012
Ida: Palmeiras 2 x 0 Coritiba
Volta: Coritiba 1 x 1 Palmeiras
Campeão: Palmeiras

2013
Ida: Atlético-PR 1 x 1 Flamengo
Volta: Flamengo 2 x 0 Atlético-PR
Campeão: Flamengo

2014
Ida: Atlético-MG 2 x 0 Cruzeiro
Volta: Cruzeiro 0 x 1 Atlético-MG
Campeão: Atlético-MG

2015
Ida: Santos 1 x 0 Palmeiras
Volta: Palmeiras 2 x 1 Santos
Campeão: Palmeiras após vencer nos pênaltis por 4 a 3

2016
Ida: Atlético-MG 1 x 3 Grêmio
Volta: Grêmio 1 x 1 Atlético-MG
Campeão:

2017
Ida: Flamengo 0 x 0 Cruzeiro
Volta: Cruzeiro 1 (5) x 1 (3) Flamengo
Campeão: Cruzeiro

Corinthians x Cruzeiro: Quem é melhor no duelo de cada posição?

Corinthians e Cruzeiro disputam no Itaquerão troféu da Copa do Brasil 2018

Corinthians e Cruzeiro disputam no Itaquerão troféu da Copa do Brasil 2018
Divulgação/CBF

Corinthians e Cruzeiro entram em campo nesta quarta-feira (17) pela grande decisão da Copa do Brasil. Mas qual elenco é melhor? Qual time leva vantagem no duelo de posição por posição? O R7 quer a sua opinião para a partida que acontece a partir das 21h45 (de Brasília), no Itaquerão. Vote!

O time do técnico Jair Ventura precisa vencer por pelo menos dois gols de diferença para ficar com o título. Já a equipe do técnico Mano Menezes só precisa de um empate para levantar o troféu. A vitória do Corinthians por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis — não há gol qualificado.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

 

 

 

Corinthians ou Cruzeiro: quem vai ser campeão da Copa do Brasil?


Montagem R7

Corinthians e Cruzeiro jogam nesta quarta-feira (17), no Itaquerão, às 21h45, o segundo e decisivo jogo da final da Copa do Brasil. 

Na primeira partida, os mineiros venceram por 1 a 0. Para conseguir o sexto título do clube, o time de Mano Menezes pode empatar. Já o Timão precisar vencer por dois ou mais gols de diferença. Se os paulistas vencerem por um gol, a decisão vai para os pênaltis.

O R7 quer saber a sua opinião! Quem vai ser campeão: Corinthians ou Cruzeiro?

Vote! Participe!

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Ídolos de Corinthians e Cruzeiro, Fagner e Dedé são paizões em casa:

Corinthians vai usar força da Fiel para superar vantagem do Cruzeiro

Jadson e Thiago Neves são as esperanças de corintianos e cruzeirenses

Jadson e Thiago Neves são as esperanças de corintianos e cruzeirenses
Montagem/R7

O Corinthians terá pela frente o “jogo do ano” nesta quarta-feira (17), às 21h45, em São Paulo, quando decidirá a Copa do Brasil com o Cruzeiro. A expressão utilizada por jogadores em entrevistas na véspera da final e a torcida, mais uma vez, percebendo a importância do jogo, lotou o último treino da equipe no palco.

Cerca de 38 mil corintianos foram até a Arena Corinthians nesta terça para incentivar o elenco à superar a vantagem obtida pelo time mineiro na primeira partida da final, na semana passada, em Belo Horizonte. A vitória por 1 a 0 da equipe celeste obriga o Alvinegro a vencer por dois gols de vantagem para evitar os pênaltis. 

No entanto, justamente em um momento no qual precisa de gols, o ataque tem apresentado problemas. A equipe comandada por Jair Ventura não marca gols há quatro jogos.

Paixão pelo Corinthians leva torcida à semifinal do Brasileiro feminino

“Isso incomoda o nosso grupo, ficar tanto tempo sem fazer gols. Mas amanhã (quarta-feira) é um jogo muito importante, o jogo do ano para nós. Tomara que essa fase ruim mude, a bola possa entrar novamente, que a gente possa criar novamente”, projetou Jadson, camisa 10 e uma das principais esperanças do torcedor.

Pior do que Loss, Jair tem final para mostrar reação no Corinthians

Jair Ventura não revelou o time titular para o confronto com o Cruzeiro. Porém, é possível que o Corinthians entre e campo com: Cássio; Fagner, Pedro Henrique (Léo Santos), Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Pedrinho, Jadson, Mateus Vital e Clayson (Jonathas).

No Cruzeiro, que desembarcou em São Paulo nesta terça, o técnico Mano Menezes tem o time praticamente definido. A única dúvida é a lateral-esquerda. Suspenso, Egídio está fora do jogo. Marcelo Hermes e Lucas Romero disputam a vaga.

Sem Suárez e com Arrascaeta, Uruguai perde do Japão em amistoso

O meia uruguaio Arrascaeta ainda é dúvida, mas deverá estar em campo para ajudar o time celeste a conquistar o sexto título de sua história e se tornar o maior vencedor da Copa do Brasil — hoje, o Cruzeirom que tem cinco conquistas, divide tal façanha com o Grêmio.

No ataque, Sassá, punido pelo STJD com seis jogos de suspensão por ter dado um soco no rosto do lateral-direito Mayke, do Palmeiras, na semifinal do torneio. A diretoria tentou obter um efeito suspensivo ou mesmo anular a punião, mas não teve êxito.

Para o Cruzeiro, o único belo horizonte é a Copa do Brasil

Apesar de o treinador Mano Menezes não ter antecipado a escalação, é possível que o Cruzeiro seja escalado da seguinte forma: Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Lucas Romero (Marcelo Hermes); Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves e Rafinha; Barcos.

Henrique e Cássio: um deles vai levantar o troféu da Copa do Brasil

 

Mini-Cássio sonha com gol de Romero na final da Copa do Brasil

Arthur vira gigante Mini-Cássio

Arthur vira gigante Mini-Cássio
Edu Garcia/R7

No meio de mais de 40 mil camisas em preto e branco, uma amarela em particular chama a atenção. Vestido como o goleiro Cássio, o pequeno Arthur Moraes é figurinha carimbada em jogos do Corinthians no Itaquerão. Para final da Copa do Brasil nesta quarta-feira (17), contra o Cruzeiro, ele já tem o jogador preferido para o gol do título: Romero.

Arthur, de 9 anos, diz que há cinco se veste como Cássio e vai sempre aos jogos do Timão na capital paulista. Apesar da roupa, luva e até faixa na cabeça, ele deixou o gol e passou a jogar de atacante nos tantos times que joga (Guarulhense, Adac, Flamengo de Vila Maria, PSG Vila Formosa e São Caetano de Guarulhos), na Grande São Paulo.

Entrevista com Cássio: ‘Chegar à final é o que o corintiano está acostumado’, diz goleiro

“Aqui na Arena eu sou o Mini-Cássio. Antes não tinha a faixa. Depois que pus a faixa, virei o Mini-Cássio. Essa faixa foi ele (Cássio) que me deu”, disse o entusiasmado garoto. “O Cássio é um gigante, mas gosto do Romero. Ele vai fazer o gol do título. Vai, Corinthians.”

Arthur já encontrou o elenco do Corinthians algumas vezes e conta que já é até reconhecido pelos jogadores. Na vitória sobre o Flamengo, que deu a classificação à final da Copa do Brasil, em um simples caminhar com o garoto nos arredores do estádio dá para sentir que ele é quase tão ídolo quantos os próprios jogadores. Os pedidos de foto com o pequeno ultrapassam as dezenas em 90 minutos.

Desde que chegou ao Corinthians em 2012 e não se cansa de acumular títulos. O goleiro levantou os troféus da Libertadores (2012), do Mundial (2012), da Recopa Sul-Americana (2013), do Paulista (2013, 2017 e 2018) e do Brasileiro (2015 e 2017). Falta justamente uma Copa do Brasil.

Por outro lado, Romero é o artilheiro do Itaquerão (27 gols), vice-artilheiro do time na temporada (13). Apesar disso, a última vez que balançou as redes foi em 1º de agosto, na vitória contra a Chapecoense, ainda no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Pior do que o atacante, o time em si não marca há quatro jogos e precisa vencer o Cruzeiro para ficar com o título.

“De uns tempos para cá, o Arthur começou a curtir mais o Romero e essa história de ser atacante. A gente pode dizer que o Arthur tem o mesmo estilo do Romero. É rápido, corta para chutar, bate bem na bola. Ele é pequenininho, mas joga muito bem. Se deixar, corre atrás de bola o tempo todo”, disse o pai Robson, de 47 anos.

O Corinthians de Cássio e Romero, do pequeno Arthur, dos mais de 40 mil torcedores no estádio e outros milhões espalhados pelo mundo precisa vencer o Cruzeiro por pelo menos dois gols de diferença para levantar o troféu no tempo normal. A vitória por um gol de vantagem leva a decisão para os pênaltis. Não há gol qualificado.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Mini-Cássio é figurinha carimbada nos jogos do Corinthians na Arena

Você provavelmente já reparou nesta figurinha nos jogos do Corinthians

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Nos ombros do pai, no meio da torcida, com uniforme amarelo…

…o Mini-Cássio se destaca facilmente entre a multidão corintiana

Ele é Arthur Moraes, de 9 anos, um corintiano apaixonado

O menino já visitou o centro de treinamento e virou amigo do Cássio de verdade

Arthur ganhou até a faixa de cabelo de presente de Cássio

Apesar da pose de goleiro, Arthur jogo como atacante nos times e escolhinhas. Leia mais