Santos joga mal em Araraquaua e não sai do 0 a 0 com a Ferroviária

Uma atuação fraca do Santos resultou em um burocrático empate por 0 a 0 com a Ferroviária, neste domingo, em Araraquara. O time alvinegro deu pouco trabalho à defesa dos donos da casa e, principalmente no primeiro tempo, foi salvo pelo goleiro Everson, que estava em uma jornada inspirada.

O Santos lidera o Grupo A do Campeonato Paulista com 11 pontos, cinco a mais do que a Ponte Preta. Essa diferença pode cair bastante nesta segunda-feira, quando a equipe de Campinas vai encarar o Ituano fora de casa. A Ferroviária é a lanterna do Grupo D, com cinco pontos.

Logo com dois minutos de jogo, Claudinho recebeu a bola de Lucas Mendes e mandou um chute que fez Everson se desdobrar para evitar o gol da Ferroviária. Esse lance serviu como um aviso à torcida do Santos: a noite não seria agradável.

O time de Araraquara foi muito superior ao famoso adversário no primeiro tempo. Com velocidade e passes rápidos, a Ferroviária conseguia facilmente bagunçar a defesa alvinegra e as oportunidades de gol surgiam com naturalidade. Aos 13, após uma falha do zagueiro Luan Peres, o duelo entre Claudinho e Everson teve mais um capítulo, e novamente o goleiro salvou o Santos.

Everson, sem dúvida alguma o melhor jogador santista em Araraquara, ainda fez mais duas defesas importantes antes do intervalo, o que comprova o grande domínio da Ferroviária. Do outro lado do campo, apenas um lance digno de nota: um chute de longa distância de Diego Pituca que passou perto do gol.

A torcida do Santos esperava ver seu time jogar de uma maneira completamente diferente no segundo tempo, mas isso não aconteceu. Apesar de ter a bola sob seu controle por mais tempo do que o adversário, os visitantes não sabiam o que fazer com ela. A área da Ferroviária foi um território muito pouco explorado neste domingo.

Os donos da casa, por sua vez, continuaram sendo perigosos com suas investidas em velocidade, mas não foram tão incisivos quanto na etapa inicial, para alívio dos santistas. Nos minutos finais, finalmente o time alvinegro conseguiu incomodar a defesa da Ferroviária. Aos 40, o goleiro Saulo fez sua primeira defesa na partida em um chute de Felipe Jonatan. Nos acréscimos, Jean Mota teve uma boa oportunidade para finalizar, mas chutou para fora, tornando o empate algo inevitável. E o Santos não merecia mesmo nada melhor do que um 0 a 0.

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 0 X 0 SANTOS

FERROVIÁRIA – Saulo, Lucas Mendes, Max, Elton e Bruno Recife; Mazinho, Claudinho e

Tony; Felipe Ferreira (Patrick), Henan (Yuri) e Hygor (Léo Artur). Técnico: Sérgio Soares.

SANTOS – Everson; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca (Jean Mota) e Carlos Sánchez; Raniel (Arthur Gomes), Eduardo Sasha (Kaio Jorge) e Soteldo. Técnico: Jesualdo Ferreira.

ÁRBITRO – Leandro Carvalho da Silva.

CARTÕES AMARELOS – Lucas Mendes, Max e Mazinho (Ferroviária); Luiz Felipe (Santos)

CARTÃO VERMELHO – Max (Ferroviária).

RENDA – R$ 255.810,00.

PÚBLICO – 6.904 presentes.

LOCAL – Arena Fonte Luminosa, em Araraquara.

Deixe um comentário